60º Boletim Epidemiológico aponta aumento de casos da Covid-19 em Ibaté

60º Boletim Epidemiológico aponta aumento de casos da Covid-19 em Ibaté

Compartilhar

A Vigilância Epidemiológica e o Gabinete de Prevenção e Monitoramento do Coronavírus divulgaram nesta segunda-feira, 22, o Boletim Epidemiológico Consolidado sobre a situação da Covid-19 em Ibaté. Os dados apresentados são da 60ª semana.

Segundo relatório, até o último sábado, 20, o município tinha 63 casos ativos da doença, representando 4,03% do total de confirmados, desde a 17ª semana, quando foi notificado o primeiro caso em Ibaté.

Dos 1.562 casos confirmados para a doença, 1.481 pacientes já se recuperaram totalmente da doença, ou seja, 94,81%. A taxa de letalidade – relação entre os números de óbitos e o de casos diagnosticados – é de 1,15%, com 18 mortes registradas.

Pessoas entre os 30 e 39 anos de idade lideram os casos confirmados por faixa etária. São 357 casos até sábado.  Em seguida, os munícipes com idades entre 20 e 29 anos apresentam um total de 351 casos. Do total de casos, 50,19% são homens e 49,81% mulheres.

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO CONSOLIDADO SEMANA 60

Desde o dia 05 de fevereiro, os 24 municípios que compõem o Departamento Regional de Saúde de Araraquara (DRS-III) foram reclassificados para a fase vermelha do Plano São Paulo e a equipe da Vigilância Sanitária do município pede atenção da população para que respeitem os protocolos sanitários e o uso obrigatório de máscaras continua. “Vimos uma evolução significativa de casos e procura por exames para Covid-19 nessa última semana. Precisamos redobrar a atenção e respeitar as medidas de distanciamento social e, se precisar sair de casa, usar máscara para se proteger”, destacou a coordenadora da Vigilância Sanitária de Ibaté, Paula Salezzi Fiorani.

A fase vermelha do Plano São Paulo só permite o funcionamento normal de serviços como farmácias, mercados, padarias, lojas de conveniência, bancas de jornal, postos de combustíveis, lavanderias e hotelaria. Já comércios e serviços não essenciais só podem atender em esquema de drive-thru e entregas por telefone ou aplicativos (delivery).

 

Compartilhar