Homem alicia mulheres em Ibaté para a prostituição

Homem alicia mulheres em Ibaté para a prostituição

Compartilhar

Um homem está utilizando das redes sociais para aliciar mulheres de Ibaté para a prostituição.

A reportagem da Rota das Notícias investigou o caso e constatou o aliciamento em uma publicação.

Nesta publicação, o homem chamado Augusto, diz que está contratando mulheres para casa de massagem com um ganho de até R$ 4 mil por mês.

Nós acompanhamos a página do rapaz e realmente ele trabalha com boates de Araraquara e Ribeirão Preto.

Muitas vezes, o aliciador chama as mulheres oferecendo grandes ganhos e na realidade, sabemos que em muitos casos, as mulheres se tornam escravas da prostituição.

Todas essas informações já foram passadas para a Polícia Civil de Ibaté

Crime:

A lei prevê três crimes para quem explora a prostituição. Quem induz ou atrai alguém à prostituição pode receber pena de 2 a 5 anos de prisão. Caso o esquema funcionar como uma proposta de trabalho, a pena pode subir para até 8 anos, além de multa.
Em outro artigo, o Código Penal prevê pena de dois a cinco anos para quem mantém, por conta própria ou de terceiros, uma casa onde ocorra a exploração. O Código Penal diz ainda que a prática de rufianismo, que é cometido por quem lucra com a prostituição, tem pena de até quatro anos.

 

Compartilhar