Homem que matou a companheira em Araraquara era cantor sertanejo conhecido na...

Homem que matou a companheira em Araraquara era cantor sertanejo conhecido na região

Compartilhar

A Polícia Civil prendeu Antônio Marcos Bueno, 35 anos, assassino da ex-mulher Camila Lourenço, de 32 anos. O acusado foi preso na Vila Xavier, em Araraquara, horas depois de cometer o crime.

Marquinhos, como era conhecido, matou a ex-companheira com cerca de 10 golpes de faca. Na delegacia, ele se disse arrependido do crime e evitou falar sobre as motivações do crime à imprensa.

Bueno era bastante conhecido em Araraquara e região. Ao lado de um parceiro, ele formava a dupla sertaneja Romeu & Renato, que se apresentava em bares, casas de shows e eventos em toda a região.

Segundo a delegada Meirilene de Castro, da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), Bueno confessou em depoimento que o casal havia rompido o relacionamento dias antes do crime pelos ciúmes do rapaz. “Ela foi romper o relacionamento, ele não queria. Segundo o autor, eles discutiram e no quarto, ele a esfaqueou”, declarou a delegada.

A mãe do agressor estava presente no momento da briga e tentou evitar o esfaqueamento. “Ela tentou de todas as formas impedir, mas infelizmente não conseguiu. A faca já estava dentro do quarto”, declarou.

Sobre os antecedentes criminosos do autor, a delegada disse que na DDM de Araraquara não havia registro contra ele, nem pedido de medida protetiva pela vítima ou qualquer outra pessoa. “Houve a informação de que ele já foi preso pela Lei Maria da Penha em São Paulo, quando se relacionava com outra pessoa, e foi preso em flagrante. Essas informações foram passadas por ele à delegada.

“Foi um crime de extrema violência, bárbaro, e apesar da experiência que temos nesta delegacia, é um crime que choca”, completou.

Portal Morada

Compartilhar