Ibaté vacina jovens de 26 e 27 anos contra a Covid-19 à...

Ibaté vacina jovens de 26 e 27 anos contra a Covid-19 à partir deste sábado 31 de julho

Compartilhar

A Prefeitura de Ibaté, por meio da Secretaria Municipal da Saúde, informa que inicia neste sábado, dia 31 de julho, a vacinação dos jovens com 26 e 27 anos completos, seguindo o Plano Estadual de Imunização (PEI).

A vacinação será realizada nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Jardim Icaraí e Jardim Cruzado, das 9h às 15h.

Elaine Sartorelli Breanza, secretária municipal da Saúde, lembra que para receber a primeira dose da vacina, as pessoas devem comprovar que estão dentro da faixa etária autorizada pelo PEI. “Além do comprovante de residência atualizado, é indispensável a apresentação do CPF e de um documento com foto”, destacou.

Ela ressalta que a campanha de vacinação em Ibaté tem se mantido ininterrupta. “Nossos três pontos de vacinação tem funcionado normalmente de segunda a sexta-feira, das 9h às 15h, sendo que aos sábados e feriados também temos realizado a imunização”, contou ela.

De acordo com o site Vacinômetro, do Governo Estadual, até a tarde desta sexta-feira, 30 de julho, Ibaté já tinha aplicado um total de 23.988 doses (sendo 17.765 da primeira, 5.203 da segunda e 1.020 dose única).

Pré-cadastro

A Secretaria Municipal da Saúde incentiva o pré-cadastramento das pessoas que estão aptas à imunização no site vacinaja.sp.gov.br

O registro online garante mais facilidade e rapidez à campanha de imunização, pois economiza 90% no tempo de atendimento individual nos postos de vacinação.

O preenchimento dos dados no site Vacina Já leva de um a três minutos. Já no atendimento presencial, a coleta de informações leva cerca de 10 minutos. O pré-cadastro não é obrigatório e também não é um agendamento, mas contribui para evitar aglomerações nos postos. O registro dos dados no Vacina Já é gratuito, seguro e confidencial.

A Vigilância Epidemiológica e o Gabinete de Prevenção e Monitoramento do Coronavírus de Ibaté lembram que as medidas sanitárias devem ser mantidas e intensificadas, com o uso de máscaras de proteção facial, uso de álcool em gel para higienização das mãos e evitando aglomerações.

Compartilhar