Justiça determina quebra de sigilo de envolvidos em esquema de cheques em...

Justiça determina quebra de sigilo de envolvidos em esquema de cheques em São Carlos

Compartilhar

A Justiça determinou a quebra dos sigilos bancário e fiscal de três pessoas relacionadas ao caso dos cheques sem fundos encontrados no cofre da Prefeitura de São Carlos (SP).

De acordo com a decisão, publicada no Diário Oficial na terça-feira (30), José Roberto Poianas, José Sérgio Monsignati e Rinaldo Jordão terão os dados disponibilizados para investigação.

A medida vale também para a empresa de Jordão, a RL São Carlos Comércio de Materiais Elétricos, e será encaminhada para o Banco Central e para a Receita Federal para que as instituições encaminhem a lista com todas as contas e as informações das declarações de renda a partir de 2013.

CPI dos cheques
O pedido de quebra foi feito pela Câmara Municipal com base no artigo 58 da Constituição Federal, que afirma que as comissões parlamentares de inquérito têm poderes de investigação próprios das autoridades judiciais.

A decisão lembra que a Casa instalou uma CPI para esclarecer a troca de cheques sem fundos de Jordão por dinheiro em espécie dos cofres do município e aponta incoerências.

 

Com imagem e informação do G1

Compartilhar