Polêmica marca a sessão de escolha do novo presidente da Câmara de...

Polêmica marca a sessão de escolha do novo presidente da Câmara de Ibaté

Compartilhar

Os vereadores de Ibaté se reuniram no final da manhã deste domingo (1º), logo após a posse, para definirem a nova Mesa Diretora da Câmara Municipal para o biênio 2017-2018.

Apenas uma chapa foi inscrita, já que o vereador Marino Motos (PSDB) não conseguiu apoio dos vereadores.

Durante a sessão, Marino Motos, deixou claro que muitos vereadores declararam apoio a sua candidatura como presidente, mas depois mudaram de opinião.

DSC00065

Marino ainda deu o nome de todos os vereadores que segundo ele, “os traíram”, porque assinaram a intenção de voto, mas mudaram a opinião, após alguma conversa com outras lideranças políticas.

Furioso, Marino desabafou na tribuna e diversas vezes foi atrapalhado pela vereadora Ivani do Cruzado que chegou até ironizar em seu discurso.

Na hora do voto, Marino Motos ainda deixou claro que estava votando contra a chapa inscrita, que elegeu por 6 votos à 3, Valentim Aparecido Fargoni (PEN) como presidente da Câmara Municipal, Ivani Almeida da Silva (PTB) como vice-presidente, Carlos Eduardo Laureano (PMDB) como primeiro secretário e Sidnéia Monte (PV) como segunda secretária.

No final da sessão, a reportagem da Rota das Notícias conversou com o vereador Marino Motos e ele explicou o que realmente ocorreu na confusão da escolha da chapa para a presidência. “Alguns vereadores não concordaram com a aparição deste candidato que não é do nosso grupo e alguns vereadores resolveram me apoiar e colhemos assinaturas de protocolo de intenção, mas na hora do vamos ver a coisa mudou. Nós temos que ter uma postura e infelizmente eu não consegui apresentar minha chapa devido a postura de alguns vereadores que não cumpriram sua palavra. “Afirmou Marino Motos.

O novo presidente da Câmara Municipal, Valentim da Auto Escola explicou que não tem culpa de ter sido escolhido. “Eu não tenho culpa e lamento as declarações do vereador Marino Motos. Agora, vamos trabalhar para colaborar com a cidade e tentar unir os vereadores, porque conversando nós nos entendemos.” Afirmou Valentim.

Os vereadores eleitos que irão legislar pelos próximos quatro anos são: Sidnéia Monte (PV), Du da Auto Escola (PMDB), Marino Motos (PSDB), Valentim da Auto Escola (PEN), Tonho Pernambuco (PRB), Ivani do Cruzado (PTB), Steigue Faccio (PSB), Silvano Àgua Viva (PSB) e Regina Enfermeira (PSDB).

Compartilhar