Prefeitura de Araraquara é condenada em R$ 200 mil pelo crime do...

Prefeitura de Araraquara é condenada em R$ 200 mil pelo crime do Botânico

Compartilhar

O município de Araraquara foi condenado ao pagamento de R$ 200 mil à família da empresária Tereza Lúcia Coli Margiotti, assassinada em setembro de 2016, no Parque do Botânico, em Araraquara. A decisão é a 1ª Vara da Fazenda Pública.

O caso tramita em segredo de justiça. Segundo informações apuradas com exclusividade pelo Portal Morada, houve omissão por parte da Prefeitura de Araraquara em relação aos cuidados básicos de segurança. Com mato alto e ausência de um efetivo de segurança, como a Guarda Civil Municipal (GCM), o criminoso encontro o local perfeito para consumar o intento de praticar o crime.

 

Relembre o caso

O corpo de Tereza Margioti, de 59 anos, foi encontrado na tarde de sexta-feira, 30 de setembro de 2016, no Parque do Jardim Botânico. A família estava à procura desde o período da manhã, quando ela saiu para caminhar e não retornou.

O corpo foi encontrado por uma testemunha que frequenta o local. A vítima estava amordaçada e teve um dos olhos arrancado pelo criminoso.

O criminoso, Edmilson Rocha de Matos, de 38 anos idade, foi preso pela Polícia horas depois do crime. Seis meses depois do crime, ele foi encontrado morto na Penitenciária de Avaré.

Portal Morada

Compartilhar