Serasa Experian investe R$ 1,2 milhão e prevê 150 novos postos de...

Serasa Experian investe R$ 1,2 milhão e prevê 150 novos postos de trabalho em São Carlos

Compartilhar

A Cidade On

A empresa Serasa Experian inaugurou, na manhã desta terça-feira (14), um investimento de R$ 1,2 milhão em São Carlos. Com mais de 8 mil metros quadrados, a praça Professor João Ribas é o primeiro espaço público criado por uma empresa privada e deve beneficiar, principalmente, os funcionários da Serasa e os moradores da região dos bairros Vila Izabel, Parque São José e do Distrito Industrail Miguel Abdelnur. Além da inauguração, o presidente da empresa revelou que estão previstos 150 novos postos de trabalho na unidade de São Carlos até o final deste ano.

Praça Professor João Ribas

O novo espaço público da cidade se trata da revitalização de um terreno localizado em frente a unidade da Serasa Experian, na avenida Presidente Juscelino Kubitschek. A área conta com uma pista de caminhada e corrida com 150 metros de extensão. Dessa forma, o objetivo é proporcionar um ambiente de lazer e de esportes para o público.

“A praça João Ribas é um presente nosso para a comunidade, poi simboliza o nosso compromisso de promover bem-estar aos moradores e uma reflexão sobre a importância da educação financeira para o exercício pleno da cidadania”, afirmou o presidente da empresa, José Luiz Rossi.

Uma das formas que o local auxilia na reflexão citada pelo presidente é a “amarelinha financeira” instalada no local. Inspirada na tradicional brincadeira infantil, a amarelinha em questão traz a sequência de nove casas com mensagens que estimulam as crianças a desde cedo poupar e utilizar com sabedoria o dinheiro.

A inauguração da praça contou com presença de vereadores da cidade e também com o prefeito Airton Garcia (PSB), que em mais um discurso rápido e pontual afirmou a felicidade em “ter a Serasa Experian em São Carlos”, disse o chefe do executivo antes de visitar as instalações.

O nome da praça faz alusão João Ribas, responsável pela concretização de um modelo de conscientização e inclusão dentro da empresa, baseado na educação e formação profissional de deficientes, além de ter a valorização da diversidade como fator de desenvolvimento empresarial. João Ribas faleceu em 2014, com 54 anos devido a complicações de saúde.

Compartilhar