Sob suspeita, show Cabaré é adiado em Araraquara

Sob suspeita, show Cabaré é adiado em Araraquara

Compartilhar

O show Cabaré, que reuniria os cantores Leonardo e Eduardo Costa na Arena da Fonte, em Araraquara, no próximo domingo, dia 20, foi adiado.

O adiamento foi comunicado nesta quarta-feira, dia 16, pela VK Produções Artísticas, responsável pelo evento. A empresa pertence a esposa  de um dos assessores do deputado federal Guilherme Mussi(PP-SP), autor da emenda parlamentar que destinou cerca de R$ 400 mil para custear os demais shows da FACIRA.

O suposto esquema foi denunciado pelo Portal Morada. A denúncia foi protocolada e aceita pelo Ministério Público Federal (MPF), que vai investigar o caso. 

Em nota à imprensa, a VK Produções afirma que a diretoria “entendeu por bem adiar o show para eliminar toda exploração política que se criou com a organização do evento ” e que tomará as medidas judiciais cabíveis para sanar danos “a todos os que foram atacados indevidamente”.

 O comunicado informa que uma nova data será marcada para a realização do show. Quem já adquiriu os ingressos, poderá utilizar os mesmos em outro evento da empresa (ainda não divulgado) ou ter os valores ressarcidos entre os dias 1 e 5 de setembro, no escritório da VK Produções em Araraquara.  

 

Prefeitura defendeu legalidade do evento

Quando a denúncia veio à tona, a Prefeitura de Araraquara defendeu, por meio de nota, a legalidade do evento. “As contratações para os shows que fazem parte das comemorações dos 200 anos de Araraquara seguem todos os processos legais e o processo foi construído e firmado na ética na gestão pública”.

A Prefeitura afirmou que a empresa responsável pelo show Cabaré locou o espaço da Arena da Fonte e que a mesma irá arcar com os custos do evento. “A estrutura necessária para a realização dos shows, como palco e som, estão em processo de licitação pela Prefeitura Municipal somente para os dias em que os eventos serão realizados pelo Município”.

Com informações de Portal Morada

Compartilhar