TSE mantém condição de inelegibilidade a Junior Trevisan, João Siqueira e Itá...

TSE mantém condição de inelegibilidade a Junior Trevisan, João Siqueira e Itá Falacci e pena de multa a Waldir Siqueira

Compartilhar

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE), após julgamento realizado na noite da ultima terça-feira, 23, manteve a Orlando Trevisan Junior (PTB), João Siqueira Filho (PTB) e Itá Fernandes Falacci, à condição de inelegibilidade pelo período de oito anos, além do pagamento de multa no valor de 50.000 UFIR, que corresponde a aproximadamente R$ 150.000,00.

 

Já o vereador Waldir Siqueira (PTB), teve sua decisão parcialmente reformada, sendo retirada a condição de inelegibilidade, mas aplicada a multa de 50.000 UFIR.

 

A decisão da Corte foi unânime e acompanhou o voto do relator Herman Benjamin, o qual apontou a prática de uso indevido de meios de comunicação, além de condutas vedadas a agentes públicos, as quais, de acordo com o Ministro, foram cometidas por Junior Trevisan e João Siqueira.

 

A formação da Corte se deu através dos Ministros Gilmar Mendes (presidente do TSE); Rosa Weber; Teori Zavascki; Maria Thereza de Assis Moura; Herman Benjamin (relator); Henrique Neves da Silva; Luciana Lóssio; e Admar Gonzaga.

 

Após essa decisão por parte dos Ministros do TSE, mudanças podem ocorrer no quadro das eleições municipais de Ibaté, uma vez que, o atual Vereador João Siqueira é também candidato a Vice-Prefeito.

 

Compartilhar