Vergonhoso: Foto mostra a realidade da merenda para as crianças de São...

Vergonhoso: Foto mostra a realidade da merenda para as crianças de São Carlos

Compartilhar

O Ministério Público investiga a denúncia de que as escolas municipais de São Carlos estão fornecendo merenda de baixa qualidade para as crianças. Há pelo menos duas semanas faltam carnes e ovos no cardápio. Os pais reclamam da situação e temem que as crianças fiquem desnutridas.

A prefeitura diz que o problema ocorreu por conta de mudança no sistema de gestão e que vai fazer a entrega dos alimentos nesta quinta-feira (1º). A situação deve ser normalizada no máximo até sexta-feira (2).

Arroz, feijão e beterraba
Uma foto feita em uma escola mostra que a refeição servida para alunos de escolas municipais na última segunda-feira foi arroz, feijão e beterraba.  No dia 18 de novembro, a observação no cardápio é de que não teria entrega de carnes e ovos, fontes de proteínas. Em três dias daquela semana, só foram servidos macarrão e legumes. Na semana seguinte, em outros três dias, os mesmos alimentos.

Em uma creche, os pais estão preocupados. “Minha menina entra 7h e sai 16h. Eu não estava nem sabendo de nada, agora que uma mãe chegou e falou para mim. Eu fui conversar com a tia e, não é que não tem a merenda , não tem a mistura”, disse a balconista Maíra Balbino.

merenda02

Apuração da denúncia
Pelo menos 15 mil alunos dependem da merenda escolar fornecida pela Prefeitura de São Carlos. A denúncia da falta de uma alimentação equilibrada chegou ao MP e o promotor da vara da Infância e da Juventude, Mário Corrêa de Paula, investiga o caso.

“É inadmissível que fique faltando qualquer classe de alimentos para as crianças na merenda, tem que ter proteína, tem que ter todas as classes. Caso comprovada essa denúncia, nós vamos entrar com uma ação civil pública para tentar regularizar a situação antes do final das aulas”, disse o promotor.

merenda01

Mudança em sistema de gestão
A Secretaria Municipal de Agricultura e abastecimento reconheceu o problema com a compra de produtos da merenda e informou que o atraso foi por causa da mudança no sistema de gestão da prefeitura. Por isso, alguns itens precisaram ser substituídos.

O representante comercial Luiz Carlos Patracon tem um filho na creche e também está preocupado com a falta de alimentos. “A minha preocupação, não só com meu filho, mas como todas as crianças, é que elas venham a se desnutrir, pois estão comendo somente macarrão com legumes congelados, não é nada ainda fresco”, reclamou.

Ele espera que os alunos voltem a ter uma merenda saudável. “É um absurdo, é mexer com a saúde das crianças, que eu acho que jamais deveria acontecer”.

Com informações do G1

Compartilhar