Zé Parrella inicia a plantação de arboretos pela cidade de Ibaté

Zé Parrella inicia a plantação de arboretos pela cidade de Ibaté

Compartilhar

O prefeito José Luiz Parrella (PSDB) começou a cumprir mais uma de suas metas. Como havia dito anteriormente, que iria plantar em seu mandato 45 mil árvores nativas, a Prefeitura de Ibaté, em menos de três meses, já plantou mais de cinco mil mudas por toda a cidade 

Zé Parrella garante que irá ultrapassar a própria meta e plantar mais do que as 45 mil mudas, mas tem cautela em estilar números. Para o prefeito, o importante é cuidar do meio ambiente e deixar a cidade cada vez mais bonita, com bastante verde e sombra para a população. “Temos que fazer de Ibaté exemplo para as demais cidades, com mais verde, uma cidade mais bonita, mais acolhedora e também com menos calor, pois quanto mais vegetação nativa, teremos temperaturas um pouco mais baixas”, afirmou.


De acordo com Zé Parrella, a população entende a necessidade e também comprará a idéia. “Certamente vou chegar, com a ajuda da população que compra essa idade de arborizar Ibaté, de deixar a cidade mais sustentável, queremos plantar árvores em locais onde elas nunca deveriam ter sido arrancadas, afinal de contas é dever do homem cuidar do meio-ambiente”, disse.

O prefeito explicou que essa conscientização ambiental é uma marca que ele quer ver implementada nas escolas de Ibaté. “Se desde criança aprendemos a cuidar e ter amor pelo meio-ambiente é claro que quando adultos seremos pessoas engajadas na preservação”, observou.

Para Zé Parrella, as árvores possuem um papel muito importante no restabelecimento da relação entre o homem e o meio natural, garantindo melhor qualidade de vida. “Uma adequada arborização nos fornece boa sombra e ventilação constituindo o conforto térmico nas cidades. Além disso, as plantas nos trazem além da função paisagística, a proteção contra ventos, diminuição da poluição sonora, absorção de parte dos raios solares, ambientação à pássaros e absorção da poluição atmosférica, neutralizando os seus efeitos na população”, apontou.

O chefe do Executivo também pensa em plantar algumas árvores frutíferas para as crianças ter aquela pratica antiga de pegar frutas direto do pé.

Compartilhar