Após ter lucro de mais de R$ 50 bilhões em seis meses,...

Após ter lucro de mais de R$ 50 bilhões em seis meses, Petrobras reajusta novamente a gasolina e o diesel

Compartilhar
materia sobre reajuste no preco dos combustiveis - ft: marcos zanutto - folha de londrina - 05/01/2018

A Petrobras já reajustou 5,2% no preço da gasolina e de 14,2% no preço do diesel. Os novos valores anunciados na última sexta-feira (17/06) passaram a vigorar a partir deste sábado (18) e os postos de combustíveis da cidade de Ibaté já reajustaram o preço nas bombas rapidinho.

A empresa que faturou mais de R$ 50 bilhões só nos seis primeiros meses deste ano, informou que o preço médio de venda de gasolina para as distribuidoras passará de R$ 3,86 para R$ 4,06 por litro. O último ajuste ocorreu em 11 de março, ou seja, em menos de 100 dias já subiu de novo.

Para o diesel, o reajuste ocorre 39 dias depois do aumento anterior. O preço médio de venda da Petrobras para as distribuidoras passará de R$ 4,91 para R$ 5,61 por litro. O último ajuste ocorreu no dia 10 de maio.

O preço do gás liquefeito de petróleo (GLP), o gás de cozinha, não sofreu reajuste por enquanto. A Petrobras argumentou ao governo Bolsonaro o possível desabastecimento de óleo diesel no Brasil, caso não ocorresse o reajuste. Integrantes do governo, porém, não acreditam nessa hipótese e criticam internamente a Petrobras por usar esse argumento para aumentar os valores.

O aviso foi feito numa reunião na quarta-feira em Brasília entre o presidente demitido da Petrobras, José Mauro Coelho, o ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, e o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira. O governo Bolsonaro não está conseguindo controlar os aumentos constantes e abusivos da Petrobrás que está prejudicando sem dó o povo brasileiro.

 

 

Compartilhar